Stratovarius lança vídeo oficial de "Unbreakable"

sexta-feira, dezembro 20, 2013 Adicionar Comentários
Nemesis é o décimo quarto álbum de estúdio do Stratovarius, lançado em 22 de fevereiro de 2013. É o primeiro álbum com o baterista Rolf Pilve, que substituiu Jörg Michael.

O álbum foi anunciado no site oficial da banda em 24 de novembro de 2012, e a lista de faixas foi revelado alguns dias depois, em 5 de dezembro.

Confira vídeo oficial de "Unbreakable":

Jansen é a vocalista principal em Avalon II e turnê européia prevista para maio de 2014

segunda-feira, dezembro 09, 2013

A vocalista do Nightwish/ReVamp Floor Jansen aparecerá no papel principal no próximo álbum de Avalon Metal Opera de Timo Tolkki.

Jansen é a vocalista principal do álbum e canta os vocais sobre o vídeo do primeiro single e promocional. A data de lançamento para single e o vídeo está prevista para março. As gravações estão ocorrendo atualmente no East Sound Studios, em Helsínquia, Finlândia. Jansen se junta ao elenco que já inclui Simone Simons vocalista do Epica e o reencontro do início do Stratovarius. Lineup: Tuomo Lassila na bateria e Antti Ikonen nos teclados.

Uma turnê européia também está prevista para maio de 2014, para coincidir com o lançamento do álbum. Mais detalhes sobre a programação ao vivo e datas serão revelados mais tarde.

Timo Tolkki comenta direto do estúdio: "Estou agora a gravar, provavelmente com a melhor vocalista que eu já trabalhei em toda minha carreira. Esta sendo uma experiência de cair o queixo e eu pensei que eu já vi de tudo. Floor provou-me errado. Por exemplo, na faixa-título de 10 minutos do álbum, ela entrega na minha opinião os melhores vocais de sua carreira até agora. Esta canção é provavelmente o maior som de toda a minha carreira e Floor simplesmente torna uma experiência surpreendente, quase deslumbrante! Estamos ambos muito feliz ao ouvir soa como surpreendente e ambos surpreso de quão incrível que parece."

Confira a matéria na íntegra em inglês no site oficial de Timo Tolkki's Avalon

Entrevista com Lauri Porra para o site australiano May The Rock Be With You

sexta-feira, dezembro 06, 2013 Adicionar Comentários

“Eu acho que o Stratovarius desempenha um papel importante no gênero Power Metal ou Metal Melódico ou o que você chamar, e eu também gosto do fato que é uma banda com uma vibração positiva, acho que é uma banda unida, acho que tem um pequeno lugar na história do Heavy Metal, acho que o legado pode ser encontrado nos álbuns.”
Do lançamento da tour: Stratovarius irá fazer turnê na Austrália pela primeira vez na sua distinta carreira. Nunca antes essa ilustre banda finlandesa de Power Metal agraciou as costas australianas; agora em outubro de 2013, isso finalmente irá acontecer! Stratovarius é uma das pioneiras no gênero Power Metal; eles lideraram o caminho e abriram portas para o gênero com uma grande inserção dos teclados, atmosfera, elevados vocais e melodia. Logo eles são adorados por todos os gêneros e definitivamente é o gênero favorito.
Lauri do Stratovarius nos encheu de novidades da futura tour na Austrália, assim como as novas músicas e o status do Power Metal nos dias de hoje...

Vocês vão para a Austrália no próximo mês pela primeira vez para dois shows, para quem nunca viu vocês, o que as pessoas podem esperar em um show do Stratovarius?
Bem, é a nossa primeira vez viajando para a Austrália, então normalmente quando é a primeira vez nós construímos um set que engloba uma grande variedade possível da carreira da banda. Nós teremos alguns clássicos, assim como algumas coisas novas; cada música será tocada pela primeira vez.

Já que vocês nunca estiveram aqui antes, como vocês preparam a set list para esses shows?
Nós lançamos quinze álbuns, então leva um tempo, temos que deixar todas as nossas favoritas fora. Basicamente você tem que escrever um set de acordo com o país que estamos tocando, em alguns países há músicas específicas que nós temos que tocar e temos que tocar ela.

Nemesis foi lançado há um tempo e muitas pessoas estão dizendo que é o melhor trabalho da banda até agora, você está feliz com as reações sobre o álbum?
Sim, bastante, está sendo muito bem recebido. Não sei se o melhor de quinze anos, mas foi muito bem aclamado pelos fãs, nós estamos muito felizes com isso.

Até agora você escreveu Fantasy para o novo álbum e teve duas bônus tracks. Você está constantemente escrevendo com a esperança de mais músicas suas aparecerem nos futuros álbuns?
Eu continuo escrevendo músicas, e espero o melhor para o álbum. Às vezes pode ser melhor ter músicas lá, mas não o álbum inteiro. Nós tentamos escrever músicas e encontrar o melhor. Vou continuar escrevendo, talvez para álbuns do Stratovarius, talvez não.

Com Rolf na bateria agora, como ele está se acostumando?
Muito bem! Ele está tão animado quanto nós, quando você tem um membro novo é mais estimulante. Ele deu uma nova energia e é quase como um novo conjunto de pneus na estrada. A banda teve muitas transições através dos anos e eu acho que esse novo line up irá durar um bom tempo.

O seu tempo com a banda já é de nove anos e agora com três álbuns que você participou, qual foi a melhor parte para você de estar com a banda?
Bem, eu amo viajar e eu amo a música e eu amo os fãs, mas estar no Stratovarius é a melhor parte, é a banda que eu gosto, eu adoro os caras.

Você já era fã da banda antes de participar dela?
Hmm... Eu era amigo da banda antes de me juntar a eles.

Com a banda perto dos trinta anos, o que você vê como legado de uma banda como o Stratovarius?
Eu acho que o Stratovarius teve uma grande influência no gênero Power Metal ou Metal Melódico ou o que quer que você chame. Eu também gosto do fato que é uma banda com uma vibe positiva, é uma banda unida e acho também que ela tem um lugar na história do Heavy Metal. Eu acho que o legado pode ser achado nos álbuns.

O gênero Power Metal é o qual o Stratovarius foi marcado como pioneiro. Como você vê esse gênero musical hoje comparado ao de quando a banda começou?
É claro que ele continua mudando e se transformando em coisas como o DragonForce, eu vejo como um Power Metal mais moderno; música continua mudando, Metal Melódico não é mais o salvador do Heavy Metal, as pessoas estão se concentrando em coisas mais agressivas e coisas mais loucas, então do outro lado não está acontecendo muita coisa no Metal Melódico. Tem as bandas antigas fazendo suas coisas antigas e tentando fazer novos álbuns, você vê de vez em quando aparece um Kamelot ou DragonForce, que são bandas novas e tem sempre coisas acontecendo, mas nada muito grande tem acontecido ultimamente, só bandas fazendo novos álbuns.

Você também lançou dois álbuns solo. Você tem algum plano para futuros lançamentos?
Sim, eu tenho alguns planos. Eu quase finalizei um mas agora está um pouco lento. Eu também escrevo trilhas sonoras, então eu comecei a escrever para uma grande orquestra, e tenho gravado várias coisas e ainda não sei onde botá-las. Eu tenho tempo mas estou tentando encontrar a melhor maneira de fazê-las, eu andei tão devagar, quase terminei um álbum  solo em 2009 mas comecei a trabalhar em outras coisas e não tive tempo para terminá-lo. Agora que tenho tempo já tem quatro anos e tenho que modificar um pouco para ser algo que eu possa fazer, então está sendo um pouco difícil para mim.

Olhando para frente, o que 2014 terá nas lojas para o Stratovarius?
2014 eu acho que nós iremos nos concentrar em escrever e produzir um novo álbum. É algo como um ano para fazê-lo, nós fazemos um álbum e fazemos turnê por um ano, então sim, definitivamente. Talvez nós iremos lançar no final de 2014 ou início de 2015, que será dois anos desde o último lançamento. Para nós, fazemos os álbuns e depois fazemos tour por mais ou menos um ano e depois começamos um álbum novo. Claro que fazemos shows durante esse tempo, mas não as grandes turnês, e voltamos para casa para nos concentrarmos.

Você tem uma mensagem para os fãs australianos?
Eu espero ver todos vocês e tragam seus coalas para o show, já que nós nunca vimos eles e gostaríamos de conhecer. E eu adoraria provar alguma cerveja local gostosa, nenhum de nós jamais esteve na Austrália, então definitivamente é um ponto alto do ano para nós.

Tenha uma ótima viagem e uma ótima tour.

Muito obrigado.

TRADUÇÃO: Marina Cruzeiro

Baixista do Stratovarius, Lauri Porra, fala com AndrewHaug.com da Austrália

terça-feira, dezembro 03, 2013 Adicionar Comentários


 Em 22 de outubro, AndrewHaug.com, a primeira estação de rádio online dedicada ao rock e metal criada por Andrew Haug, o host formador do programa australiano “The Racket” (originalmente “Full Metal Racket”; 2001-2011) da Triple J, conduziu uma entrevista com o baixista Lauri Porra da banda finlandesa/sueca de metal melódico STRATOVARIUS. Você pode ouvir a conversa no YouTube abaixo.

O último álbum do STRATOVARIUS, “Nemesis”, foi lançado via earMUSIC. Saudado pela mídia como “o melhor álbum do STRATOVARIUS em muitos, muitos anos” pela Metal Hammer da Alemanha, “uma coleção das melhores músicas da banda que você nunca tinha ouvido até agora” pela Metal Underground dos Estados Unidos e “o mais forte álbum do STRATOVARIUS desde o início do século” pela KaaosZine da Finlândia, o STRATOVARIUS mais uma vez capaz de manter sua reputação como um dos principais nomes do gênero Metal, mais uma vez excedendo as expectativas dos fãs e críticos e se posicionando em vários charts pelo mundo: na Finlândia em #3, República Tcheca em #12, Suíça em #30, Espanha em #32, Alemanha em #41, Suécia em #44, França em #56, Noruega em #56, Áustria em #62 e Canadá em #126.

“Nemesis” tem um som mais sombrio e moderno comparado ao último álbum da banda, “Elysium”. Mostra claramente o quanto a banda amadureceu e cresceu como compositores. Ao mesmo tempo, a banda focou toda a sua atenção e trabalho para criar e gravar “Nemesis”. O vocalista Timo Kotipelto passou três semanas gravando os vocais em uma casa de campo no interior da Finlândia.

Fonte: Blabbermouth
Tradução: Marina Cruzeiro

Timo Tolkki’s começa a gravar segundo álbum de Avalon

segunda-feira, dezembro 02, 2013 Adicionar Comentários

O compositor/produtor e guitarrista finlandês Timo Tolkki entrou no East Sound Studios em Helsinki, Finlândia, em 25 de novembro para começar a gravar o sucessor do álbum de estréia do TIMO TOLKKI’S AVALON, “The Land Of New Hope”, o qual entrou no Top 100 charts de álbuns em sete países europeus (incluindo Top 10 na terra de Tolkki, a Finlândia). Um dos formadores do STRATOVARIUS, Tuomo Lassila, se juntou a ele nas baterias e uma reunião com o antigo lineup da banda também terá o tecladista Antti Ikonen, que tocou em álbuns clássicos como “Fright Night”, “Twilight Time” e “Dreamspace”.

A sequência de Tolkki para a sua primeira metal ópera terá 11 faixas e será lançado em 2014 via Frontiers Records.

Tolkki diz: “É inacreditavelmente refrescante criar e tocar novas músicas com seus antigos amigos e esse espírito e atmosfera tem sido absolutamente ótimo e positivo!”

Os fãs podem seguir o progresso do making of do álbum, incluindo a composição das letras e sessões de gravação e camafeus especiais dos músicos e cantores envolvidos no novo website aqui.

Todos o elenco de músicos será revelado um por um em vídeoblogs separados. Fãs poderão interagir e participar em diferentes fases da produção através do website e das mídias sociais.

O elenco confirmado de músicos/cantores será novamente de artistas internacionalmente aclamados, com algumas reviravoltas interessantes e surpresas. Certamente irá garantir outra obra de arte de um dos criadores do Symphonic Melodic Power Metal. 

A primeira cantora do elenco é Simone Simons, do EPICA. Ela é uma das mais importantes cantoras femininas do mundo. Porém ela não irá cantar todas as músicas em “Avalon II”, o qual é o título de trabalho do novo álbum. O nome final será revelado mais tarde.

Até hoje, Timo Tolkki vendeu mais de dois milhões de CDs em sua carreira, ganhou um equivalente a um Grammy Finlandês e foi escolhido entre os leitores da revista americana Guitar World para o Top 100 como “os guitarristas mais rápidos do mundo” e “os guitarristas mais influentes do metal no mundo”. Ele lançou 20 álbuns em sua carreira e fez tour pelo mundo em mais de 3000 shows em 52 countries.

TRADUÇÃO: Marina Cruzeiro